Você está aqui:

Notícias

Webinário promovido pelo Transforma Minas aborda importância e desafios da atuação das lideranças no setor público

Evento é uma das ações que marcam os dois anos do programa desenvolvido pelo Governo mineiro 

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) realizou, nesta terça-feira (23/3), o webinário “Um olhar sobre a liderança no setor público: desafios e possibilidades”. Transmitido ao vivo, o evento é uma das ações que marcam os dois anos do Transforma Minas – programa referência em gestão de pessoas e qualificação de lideranças que já realizou mais de 200 processos seletivos e nomeou mais de 190 pessoas para cargos do segundo escalão e outros níveis hierárquicos. Cerca de 130 pessoas participaram do evento, que contou com a presença de autoridades e especialistas em gestão de pessoas. Para assistir, clique aqui.

O secretário da Seplag, Otto Levy, abriu o webinário traçando um panorama sobre os dois anos Transforma Minas e lembrou que a iniciativa, no Estado, se deu com base em estudos e experiências bem-sucedidas já constatadas em outros países, como Chile, Peru, Austrália e Reino Unido, de seleção de lideranças com base em critérios técnicos e desenvolvimento e desempenho de suas capacidades diante do serviço público e das suas particularidades.

"O objetivo central do Transforma Minas são as pessoas – e gerar resultados por meio delas. Nesses dois anos, observamos uma evolução constante do programa e uma geração muito grande de resultados que mostram que estamos no caminho certo", declarou o secretário. Atualmente, 13 órgãos e entidades mineiras já usaram o programa para realizar processos de atração e pré-seleção.

Para o diretor da Fundação Lemann, Weber Sutti, o compromisso firmado entre a Aliança e o Governo de Minas, com a finalidade de investir e aprimorar a seleção de pessoas e no desenvolvimento dessas lideranças já dá bons frutos. "É impressionante ver com Minas Gerais conseguiu avançar. Hoje, o Estado é um exemplo, uma referência, para os outros governos estaduais", reforçou Sutti. “Mesmo nos momentos difíceis, continuaram insistindo na necessidade de selecionar pessoas mais bem preparadas para os cargos", acrescentou. 

Reflexões

A doutora em Política Social, Cristina Kiomi Mori, fez uma palestra aos participantes e propôs reflexões sobre lideranças e outros temas que se cruzam no exercício das funções. A pesquisadora ressaltou a importância dos gestores da administração pública para apoiar e garantir a segurança e a vida de toda população e que, por isso, é necessário que existam estratégias que melhorem, ainda mais, a prestação dos serviços para toda a sociedade.

De acordo com ela, que estudou dados do Transforma Minas, é nesse sentido que a experiência mineira se torna referência para outros estados. "Minas Gerais, por talvez já possuir capacidade instalada de pessoas com maturidade mais elevada, favoreceu que os desafios fossem transformados em aprendizagem de forma mais robusta", explicou a pesquisadora.

Além da escala de vagas oferecidas pelo programa e da demanda, outros pontos destacados por Cristina foram o nível estratégico satisfeito com a qualidade dos selecionados, a existência do órgão central de gestão de pessoas que garantiu a perenidade da ação e o tempo de realização do processo - otimizado para aderir às necessidades sem perder o cuidado com a metodologia.

Nesse sentido, a subsecretária de Gestão e Pessoas da Seplag, Kênnya Kreppel, reforçou a importância do trabalho frente ao momento que o mundo enfrenta, provocado pela pandemia da Covid-19. "Diante de grandes desafios, poder dedicar um pouco para falar sobre pessoas e sobre seus papéis na política e na administração pública é de grande relevância", afirmou a gestora, que agradeceu a participação de outras instituições parceiras. "É um programa que envolve a todos".

Transforma Minas

O Transforma Minas completou seus dois primeiros anos no início deste mês. Reconhecido nacionalmente, o programa trouxe inovação para a forma de pré-selecionar gestores nos órgãos públicos com foco na melhoria da prestação dos serviços públicos para os cidadãos mineiros.  

No programa, os gestores são selecionados com base em critérios que levam em conta as competências dos candidatos, a capacidade de enfrentar os desafios do setor público e a adequação para o cargo proposto. Além disso, depois da seleção, os gestores podem passar por ações de qualificação e iniciativas voltadas ao engajamento e acompanhamento do serviço prestado. Com isso, o serviço público ganha mais eficiência, resolutividade e agilidade.

Agora, a meta é levar a expertise adquirida com o Programa de Desenvolvimento de Lideranças (PDL), que iniciou nova etapa nesta quinta-feira (25/3) com formação contínua dos gestores, para o interior. Com o Programa de Desenvolvimento de Lideranças Regionais (PDLR), que terá o seu primeiro encontro nesta sexta-feira, dia 26/3, de maneira remota, o objetivo é conhecer, a fundo, os desafios enfrentados pelos gestores locais e promover mudanças positivas em todo o Estado.